fbpx

“O QUE É RUIM DE PASSAR, É BOM DE SE CONTAR”

Foi com essa frase que a Maria Clara se despediu da gente ontem no final da festa, logo depois de fazer essa foto. Frase estranha pra resumir um dia tão feliz né?

Pois é, ontem ela teve alguns percalços, na verdade, um único probleminha que quase acabou com todo esse clima de felicidade que invade a cabeça de uma noiva no dia do seu casamento.

Mas casamento é um dia tão especial que qualquer problema fica pequeno diante da euforia que esse dia traz. E foi assim, bastou a marcha nupcial ecoar pela igreja, as portas se abrirem e acredito que naquele momento, tudo que deixava a Clara aflita se diluiu em sorrisos e lágrimas de felicidade quando ela viu todo mundo ali, feliz, esperando por ela!

A partir dali, teve lágrima sim, mas de emoção, de alegria! Teve abraço, teve muita risada e muito calor humano pra espantar aquele frio danado de Ouro Preto.

Ontem a gente teve a prova de que nada nesse mundo é perfeito, por mais que a gente se prepare muito.

E também aprendemos que essas imperfeições, esses pequenos problemas que acontecem sem a gente esperar fazem parte da vida. Cabe a nós não nos deixar abalar, erguer a cabeça e pensar nas coisas boas que aquele probleminha poderia fazer com que a gente deixasse de curtir.

Ontem a gente viu que apesar do susto, é muito fácil a gente escolher se quer guardar as lembranças do que deu errado ou as lembranças de tudo aquilo que deu certo e que deixa os problemas tão pequenos, que em meio a tanta lembrança boa eles simplesmente somem da nossa memória!.

E voltando à frase do começo do texto, com tanta lembrança boa, amanhã eles nem vão precisar de se lembrar do que foi ruim.


Aproveitando que já contei um pouquinho da história, seguem algumas fotos pra vocês verem como foi um dia inesquecível!

 

 

FECHAR MENU